Gabriel Morettini e Castella

Sócio de Departamento

Dpt. de Compliance e Gestão de Crises

CURITIBA

+55 (41) 3044-4400

  • LinkedIn

Gabriel Morettini e Castella é sócio da BGM e é head do

dpt. de Compliance e Gestão de Crises.

bio

Gabriel Morettini e Castella é sócio da BGM e head do Dpt. de Compliance e Gestão de Crises. Tem atuação focada na realização de acordos de leniência, litígios envolvendo as Leis anticorrupção, improbidade, estruturação/revisão de programas de integridade voltados a contratações públicas. Além disso, possui reconhecida experiência em operações nacionais e internacionais, contemplando a defesa de renomados Gestores Públicos e Pessoas Jurídicas atuantes na Administração Pública. Castella possui trabalhos publicados em periódicos no Brasil, México e Argentina envolvendo   temas relacionados ao Dept. de Compliance e Gestão de Crises, sendo membro do grupo Direito e Corrupção (PUCSP) e Parecerista da empresa Zenite Consultoria, focada em consultorias para Empresas Estatais e órgãos Públicos.

formação

  • Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUC/PR;
     

  • Especialista em Direito Processual Civil pelo Instituto Romeu Felipe Bacellar;
     

  • Mestrando em Direito Administrativo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP;
     

  • Curso Preparatório de Compliance pelo Legal Ethic Compliance - LEC;

IDIOMAS

Português

Nativo

Inglês

Intermediário

Italiano

Intermediário

Espanhol

Básico

atividades

  • Membro do Grupo de Estudos em Fundamentos do Direito Administrativo da Universidade Federal do Paraná - IFPR;
     

  • Membro do Grupo de Pesquisa "Direito e Corrupção" da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP;
     

  • Membro Egresso do Núcleo de Pesquisa em Políticas Públicas e Desenvolvimento Humano da Pontifício Universidade Católica do Paraná - PUC/PR;
     

  • Ex-Bolsista de iniciação científica com o projeto "Eficiência da nova lei anticorrupção empresarial para a incrementação do desenvolvimento no Brasil", pela PUC/PR, sob orientação do professor Dr. Emerson Gabardo​.

 

publicações

  • GABARDO, Emerson ; CASTELLA, G. M. . O compliance e a dosimetria da pena nas ações de improbidade: ponderações a partir da nova lei anticorrupção.. JURIS PLENUM, v. 80, p. 7-26, 2018.
     

  • CASTELLA, G. M.; SAIKALI, L. B. . Improbidade Administrativa e a Lei Complementar 157/2016: Aspectos polêmicos e suas nuances práticas. REVISTA EUROLATINOAMERICANA DE DERECHO ADMINISTRATIVO, v. 4, p. 23.40, 2017.
     

  • CASTELLA, G. M.; GABARDO, Emerson . La Nueva Ley Anticorrupcion Brasilena: Aspectos Controvertidos y los Mecanismos de Responsabilización de las Personas Jurídicas. Revista Eurolatinoamericana de Derecho Administrativo, v. 2, p. 71-88, 2015.
     

  • CASTELLA, G. M.; GABARDO, Emerson . A nova lei anticorrupção e a importancia do compliance para as empresas que se relacionam com a administração publica. A&C. Revista de Direito Administrativo & Constitucional (Impresso), v. 10, p. 129, 2015.
     

  • CASTELLA G. M. . Breve Ensaio Sobre a Nova Lei Anticorrupção Empresarial (Lei.12.846/13). Direito UNIFACS, v. 17, p. 00, 2014.
     

  • CASTELLA, G. M.; GABARDO, Emerson . Los Convenios de Indulgencia y Compliance como Instrumentos de Prevención y combate a la corrupción en la admministración pública brasilena. In: Dra Teresita Rendón Huerta Barrera, Dr. Jorge Fernández Ruiz. (Org.). El Combate a La Corrupción desde la Perspectiva Del Derecho Administrativo. 1ed.: , 2016, v. 1, p. 133-154.
     

  • CASTELLA, G. M.; TAMBOSI, Luciana . DIireito Administrativo em Transformação: O Aacordo de Leniência como Instrumento Hodierno Na Administração Pública sob a Perspectiva da Teoria dos Jogos. In: Alan Luiz BONAT. José OSÓRIO do Nascimento Neto. Regeane BRANSIN QUETES.. (Org.). Políticas Públicas e Desenvolvimento. 1ed.Curitiba: Íthala, 2016, v. , p. 177-.

© 2020 by Braz Gama Monteiro. All rights reserved.

  • Facebook
  • LinkedIn
  • White Google+ Icon